Vans adaptadas: falta programador de viagens

Apresentação dos carros adaptados enfileirados
8 carros não saem da garagem segundo reportagem de TV.

A cada mudança de governo em São José dos Campos, os passageiros que utilizam o serviço de van adaptada reclamam de dificuldades no serviço. Na sexta-feira, 5, o telejornal Link Vanguarda revelou que pelo menos 8 dos 20 carros estão parados na garagem da VWM, que realiza o transporte desde 2012.

O blog Reflexão Sobre Rodas apurou o problema está na falta de pessoal para fazer a programação das viagens. Atualmente, o setor responsável na Prefeitura pelos agendamentos teria apenas dois funcionários para planejar as rotas diariamente.

Mudança de gestão, aposentadorias der servidores e a não permissão para contratar estagiários estariam entre os motivos para a redução de pessoal.

Em nota encaminhada ao site Meon e à TV Vanguarda, a Prefeitura afirmou que  “em função da reestruturação do setor, o agendamento das viagens ficou comprometido, interferindo principalmente na programação de novas rotas de atendimento”.

Procurada pelo blog, a Secretaria de Mobilidade Urbana não respondeu aos questionamentos levantados em  relação ao quadro de funcionários até o momento.

Criado em 1999, para atender pessoas com deficiência física que não tinham opção de transporte coletivo na época, o sistema de vans adaptadas é destinado a passageiros com comprometimento severo.

Ele busca e deixa  o credenciado nas portas de origem e destino informados no agendamento, por meio da central 156 da Prefeitura de São José dos Campos.

Deixe um comentário