Lollapalooza: acessibilidade melhorou, mas cadeirante não consegue ir sozinho ao festival, diz cadeirante

No final de março, foi realizada mais uma edição do festival Lollapalooza, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Assim como em 2017, a pedido do Reflexão Sobre Rodas, o jornalista Rodrigo Almeida fez uma análise a respeito da acessibilidade no evento que reuniu cerca de 100 mil pessoas em cada dia, de acordo com … Ler maisLollapalooza: acessibilidade melhorou, mas cadeirante não consegue ir sozinho ao festival, diz cadeirante

Reflexão Sobre Rodas retira a inclusão da linha editorial

  O título deste artigo pode ser assustador.  E você deve estar se perguntando: o Reflexão Sobre Rodas vai deixar de tratar de deficiência? Muito pelo contrário, este post vai explicar essa sutil mudança. A partir desta segunda-feira (26), o blog deixa de utilizar o termo inclusão como algo que define boas práticas relacionadas à … Ler maisReflexão Sobre Rodas retira a inclusão da linha editorial

Lollapalooza teve muitos problemas de acessibilidade, diz cadeirante

Ir a  shows e eventos esportivos de grande porte é cada vez mais comum para as pessoas com deficiência. Mas será que a magnitude do espetáculo garante que vai ser oferecida a acessibilidade tão necessária e obrigatória? De acordo com os relatos de Rodrigo Almeida, a resposta é negativa. O jornalista, que anda de cadeira … Ler maisLollapalooza teve muitos problemas de acessibilidade, diz cadeirante

Malacabado: o livro de um jornalista sobre rodas

Como escrevi na página sobre o Reflexão Sobre Rodas, minha principal influência para contar histórias de pessoas com algum tipo de deficiência é o jornalista Jairo Marques. Ele é o grande responsável por “bater o bumbo da inclusão”, como ele mesmo diz, no Assim como você no portal da Folha de S.Paulo. Além do blog, … Ler maisMalacabado: o livro de um jornalista sobre rodas

Antes de cair na folia

Nunca fui um carnavalesco de carteirinha e abadá. Aliás, na adolescência eu era um rebelde sem causa e fazia questão de dizer que não gostava e que eu ia descansar, em vez de colocar o meu bloco na rua. Com o tempo, fiquei mais tolerante com a folia generalizada e comecei a participar da festança … Ler maisAntes de cair na folia