Multa em vaga de estacionamento para pessoas com deficiência em shopping começa nesta sexta em SP

Agente transito anotando os dados do carro que está a sua frente.

Quem deixar o carro sem a credencial de estacionamento para pessoas com deficiência em vagas exclusivas em shoppings e em outros estabelecimentos comerciais particulares vai poder ser multado. A fiscalização começa nesta sexta-feira, 1º de setembro, na cidade de São Paulo.

Sim, o que parecia utopia até bem pouco tempo atrás, está prestes a se tornar realidade. Atendendo a um trecho da Lei Brasileira de Inclusão da pessoa com deficiência (LBI), a capital paulista regulamentou em agosto a autuação pelos agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Os estabelecimentos vão ter que adotar a sinalização deteminada pelo Código Brasileiro de Trânsito. Considerada gravíssima, a infração vai custar em R$ 293,47, além de 7 pontos na carteira e remoção do veículo com guincho.

Até agora, apenas quem estacionava sem a credencial em vagas exclusivas para pessoas com deficiência em vias públicas poderia ser multado. Essa perspectiva mudou com a aprovação da LBI, entretanto precisa ser regulamentada pelas prefeituras. Foi isso ocorreu na capital paulista, para entrar efetivamente em vigor.

Estacionamento para pessoas com deficiência: Esta vaga não é sua

Como nos estacionamentos de shoppings e supermercados os carros não poderiam ser autuados, o uso indevido das vagas exclusivas para pessoas com deficiência era, ou melhor, ainda é, muito alto. Na maioria das vezes, elas estão disponíveis e próximas nas estradas dos locais.

É sempre bom ressaltar que para utilizar a vaga, a pessoa com deficiência deve se credenciar em sua cidade no respectivo órgão de trânsito. Mesmo sendo em documento feito pelas prefeituras, ele vale em todo o Brasil.

Agora falta cada cidade fazer a parte dela.

Deixe um comentário