Como a mão direita faz falta

Além da má formação congênita na coluna, quando eu tinha três meses de idade, eu fiquei com uma sequela de paralisia cerebral que comprometeu o lado direito do meu corpo. Isso me fez aprender a fazer tudo com a mão esquerda.

Porém, algumas​ vezes, como nesta semana, precisei imobilizar a direita​.

Na última terça-feira, eu tive que colocar um acesso para fazer aplicação de um remédio na veia  no meu braço direito. Por isso, eu não posso movimentar e nem mesmo fazer certas atividades.

Assim percebi a falta que me faz quando ele está realmente forma de ação. Tocar a cadeira manual com destreza apenas com um membro não rola.

Com isso eu só tenho a mão e o braço esquerdo para fazer os meus movimentos mesmo eles sendo consequência eles não são capazes de fazer tudo com grande perfeição sozinha.

Assim não teve jeito eu tive que usar a minha cadeira de rodas motorizada por isso com o controle dela fica do meu lado esquerdo e posso deixar um lado direito sem atividade.

Este texto, por exemplo, eu fiz com recurso do celular de ditado em que ele reproduz o que eu falo pois digitar como eu estou acostumado está praticamente impossível. Então se o blog Reflexão Sobre Rodas ficar um dia sem atualização nesta semana foi por causa desse problema.

Por isso, considero que a gente não deve desprezar qualquer parte do nosso corpo por menos atividades que eles possam nos ajudar no dia a dia.

Mas nunca imaginei o meu braço direito e a minha mão fossem fazer tanta falta para mim no cotidiano.

Espero que nesta próxima semana se eu ainda vou ter que usar o acesso no braço direito passe logo pois ele faz realmente muita falta.

Desde já agradeço a compreensão de todos pelos transtornos causados.

Deixe um comentário