A reforma e a deficiência em São José dos Campos

casa-em-reforma-construcao-1456174602032_615x300

 

Uma reforma  serve para readequar um local de acordo com os objetivos dos responsáveis, em São José dos Campos não é diferente. Desde que foi criada em 2009, a Assessoria de Política para Pessoas com Deficiência vai ter  sua terceira casa na cidade.

A partir de 1º de março, a principal articuladora da politica pública para o segmento passa a pertencer à Secretaria de Apoio Social ao Cidadão, que será o novo nome da Secretaria de Desenvolvimento Social.

A reforma administrativa da Prefeitura de São José dos Campos, proposta pelo prefeito Felício Ramuth (PSDB), no início do mandato foi publicada no último Boletim do Município, na sexta-feira passada.

De acordo com a descrição do cargo na lei, o futuro assessor terá a responsabilidade de “dirigir, formular, coordenar e articular as políticas para as pessoas com deficiência, bem como elaborar e implementar campanhas educativas e antidiscriminatórias” na secretaria e demais repartições da Prefeitura.

Histórico

Criada em 2009, na gestão de Eduardo Cury (PSDB), a Assessoria de Politica para Pessoas com Deficiência era vinculada ao Gabinete do Prefeito e foi comanda pelo médico e vice-mandatário na época, Luiz Antônio Ângelo da Silva.

Em 2013, quando Carlinhos Almeida (PT) assumiu o comando da administração municipal, o setor passou a ser um departamento da Secretaria de Promoção da Cidadania  e foi dirigido por William Maximiliano.

Depois de várias mudanças, a esperança que fica é de que as mudanças ocorridas ao longo dos anos não façam as conquistas do segmento se perderem no caminhão de viagem.

Deixe um comentário