As deficiências e os cuidados no verão

Você que acompanha o Guia Inclusivo há bastante tempo, deve se lembrar que, em junho do ano passado, escrevi um artigo sobre as dificuldades que a pessoa com deficiência física enfrenta durante o inverno. Eu esperava ansiosamente o verão e ele está aí.

Mas, o calor e o verão também trazem riscos para quem passa a maior parte do tempo em uma cadeira de rodas, usa uma muleta, é amputado ou tem outra deficiência. Por isso, é preciso ter certos cuidados nesta época, quando o sol bate forte em todos os pontos do Brasil.

A Avape, Associação de Valorização da Pessoa com Deficiência, divulgou uma série de alertas e cuidados para o verão. Para começar, a orientação que vale para todos, inclusive quem não tem deficiência. Usar o protetor solar mais indicado para o seu tipo de pele, indicado pelo dermatologista.

Além de evitar a exposição ao sol entre às 10h da manhã e 4h da tarde. O consumo de água é fundamental e o cuidado maior com as crianças. Mas algumas deficiências merecem uma atenção específica.

“No caso de pessoas com Síndrome de Down, é preciso estar alerta, pois o excesso de calor pode aumentar o quadro de hipotonia, que é a condição em que o tônus muscular está baixo de forma anormal, geralmente envolvendo redução da força muscular”, diz a psicóloga Maria Cláudia Araújo, da área técnica em pesquisa, desenvolvimento de projetos e treinamento da instituição.

Ainda segundo Maria Claudia, pessoas com albinismo devem reforçar os cuidados com a pele e os olhos durante o verão, pois possuem alta sensibilidade da visão dos albinos.

Quem possui esclerose múltipla, deve evitar ao máximo o excesso de calor, porque ela pode diminuir ou perder os movimentos durante uma ação, devido a contrações musculares involuntárias, lentas e repetitivas.

Assim como no frio, a falta de sensibilidade das pessoas com deficiência física prejudica na percepção da temperatura. O que pode ocasionar queimaduras e assaduras na pele.

Maria Cláudia encerra dizendo que os familiares e acompanhantes precisam estar bem orientados sobre as recomendações específicas de profissionais da área de saúde.

2 comentários sobre “As deficiências e os cuidados no verão

  1. Bom dia! Essa matéria foi 10, gostaria de agradecê-lo por mais uma matéria e dizer da importância da conscientização dos governantes, quanto a forma de acessibilidade nas ruas das cidades, é incrível o descaso dos políticos para com os cadeirantes e demais que necessitam. Cadê um político que brigue para isso acontecer? Só brigam para coisas que lhe dêem muito mais dinheiro no bolso. Isso sim.

  2. Bom dia Luiz Daniel,
    Novamente você nos traz uma matéria muito bem informativa, obrigada!
    Mas confesso que esta matéria me deixou uma dúvida: Albinismo é considerado deficiência?
    Aguardo respostas…
    Abraços

Deixe um comentário