Resultados excelentes nas Paraolímpiadas Escolares animam para participação nos Jogos de 2016

O crescimento do número de participantes e a melhora do nível técnico da quinta edição das Paraolimpíadas Escolares, realizada entre os dias 27 e 30 de agosto, em São Paulo, aumentam as expectativas para resultados mais significativos nas Paraolimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.  

“Isso é animador e tem sido permanente. Além de termos mais estados participando, temos mais atletas entusiasmados que fazem parte de uma nova geração com vontade de vencer e crescer no paradesporto”, afirmou o presidente do Comitê Paraolímpico (CPB), Andrew Parsons, ao site da instituição.

A principal evolução pode ser sentida na modalidade tênis em cadeira de rodas. De acordo com o site, houve um crescimento considerável no número de para-atletas entre 16 e 19 anos, no tênis.

O coordenador das Paraolimpíadas Escolares, Ramon Pereira, disse que foram quase duas mil pessoas envolvidas no evento. “Estamos a cinco anos da Paraolimpíada no Rio de Janeiro e aqui estão competindo os atletas que serão os futuros grandes campeões. Estamos muito felizes e animados com tudo isso”, completou ao site.

 Ex-competidora comemora os resultados deste ano

Para a nadadora Érica Ferro, que competiu nas Paraolimpíadas Escolares em 2007, houve uma evolução significativa do nível técnico. “É admirável como o esporte paraolímpico cresce no Brasil. E é notável também a evolução das paraolimpíadas. O nível técnico cresceu muito nos últimos anos. Atletas extraordinários foram revelados. Atletas que provavelmente darão muito orgulho para o Brasil no Rio-2016”, afirma a nadadora ao Guia Inclusivo.

Classificação final

 O estado de São Paulo, dono da casa, ficou com a primeira colocação no quadro de medalhas com 160, ao todo e 61 pontos. Foram 93 ouros, 43 pratas de 21 bronzes. A segunda colocação ficou com o Rio de Janeiro, com 60 pontos e 56 ouros, 44 pratas e 21 bronzes.

Os mineiros, com 45,5 pontos, conquistaram a terceira colocação no geral, com 46 ouros, 31 pratas e 21 bronzes.

Ao todo, 24 estados participaram das dez modalidades disputadas em três dias.

Para mais informações sobre as competições, acesse o site do CPB.

Deixe um comentário