Brinquedos inclusivos são lançados em feira

Foto Tancy Costa

A Reatech, todos os anos, traz novidades tecnológicas para pessoas com as mais diversas deficiências. Esta edição lança uma linha de brinquedos inclusivos. A iniciativa surgiu aqui no Vale do Paraíba, na cidade de Guaratinguetá.

Com o nome de BrailluMais, o estande apresenta produtos educativos que põem em contato pessoas que não têm deficiências ou que não conhecem os conceitos de acessibilidade.  

Os produtos têm cores fortes e com descrições em Braille para quem deficiência visual ou baixa visão possam utilizá-los sem nenhum problema.

A pedagoga Luciana Molina, idealizadora dos brinquedos, ressalta que os brinquedos não são somente para quem tem de deficiência visual. “Os brinquedos foram desenvolvidos com os parâmetros do Desenho Universal, assim todas as pessoas podem usar, promovendo realmente a inclusão”, conta.

 Luciane diz ainda que é importante estimular as pessoas com deficiência com as características de se comunicar de forma diferente sem levar em consideração determinada limitação.

Na visita do Guia Inclusivo ao estande, Molina revelou que a ideia dos brinquedos surgiu quando ela ainda era criança. A pedagoga tem deficiência visual desde a infância e sempre pedia para sua mãe, que trabalha com artes, fazer os brinquedos com características que pudesse brincar.

Depois de formada, Molina passou usar esses brinquedos em suas aulas e palestras de educação inclusiva. Ela conta que a produção em maior escala se iniciou após o interesse e convite da organização da Reatech para participar da feira há mais ou menos dois meses.

Alem dos brinquedos, outros produtos também estão exaustos, como camisetas com dizeres em Braille e em altorrelevo.

1 comentário sobre “Brinquedos inclusivos são lançados em feira

  1. Parabéns pela ideia magnífica. Nós do A E E estamos sempre buscando alternativas que atraiam a atenção de nossos alunos, especialmente a dos autistas. E agora, descobri vocês com esse material que será de grande utilidade, Obrigada, abraços.

Deixe um comentário