Vagas especiais: quem pode?

Por Luís Daniel e Rodrigo Almeida  

Imagine que você está dirigindo seu carro e precisa estacionar. Há uma vaga exclusiva  para pessoas com deficiência física ali do lado vazia e a menos de 100 metros, há uma vaga convencional. Qual você escolhe?  

 Algumas pessoas, com o argumento de que vão usar o espaço por apenas uns minutinhos, param nas vagas exclusivas. Outras pessoas dizem ter problemas nas pernas e algumas mulheres afirmam estar grávidas.  

 Mas, de acordo com a Secretaria de Transportes de São José dos Campos, nenhuma dessas pessoas tem direito a estacionar nesses espaços reservados. Em São José, somente as pessoas com deficiência física e idosos (com 60 anos ou mais) têm direito de utilizá-las, mediante a apresentação do cartão de estacionamento. A Secretaria esclarece que o direito às vagas não é extensivo às mulheres grávidas.  

 É comum se flagrar este tipo de estacionamento irregular nas ruas das cidades. O jornalista Luis Daniel flagrou um carro, que é praticamente usado só por empresas, estacionado em uma vaga exclusiva numa das principais ruas joseenses.  

Flagrante: Carro de empresa de telefonia estaciona em vaga para pessoas com deficiência.

 Revolta  

 Estes fatos provocam a indignação de muitas pessoas que respeitam as leis.  

 É o caso da estudante universitária Myrna Almeida, de 24 anos. “Os motoristas precisam ter no mínimo bom senso em saber qual é o seu devido lugar”, afirma.   

 Mais indignados ainda ficam as pessoas que têm deficiência.  

  O palestrante motivacional Evandro Bonocchi, que é cadeirante, define o que sente quando testemunha uma pessoa sem nenhum tipo de deficiência estacionando nas vagas especiais. “ Me sinto triste, ignorado e desrespeitado com a impressão que as pessoas não dão a mínima para o outro”.  

 Ele conta que uma vez foi a um hipermercado e não havia nenhuma vaga para deficientes e idosos disponível. “Nenhum dos carros que as ocupavam tinham o adesivo, então fui falar com o vigia e ele disse para mim que eu parasse onde quisesse. Entrei com o carro dentro do super mercado e desci”.  

Tanto Myrna quanto Evandro afirmam ser a favor de multas para quem estaciona nas vagas especiais.

7 comentários sobre “Vagas especiais: quem pode?

  1. BOM DIA PESSOAL,
    SOU AMPUTADO E USO PRÓTESE, TENHO MUITA DIFICULDADE DE LOCOMOÇÃO, E, NO MEU TRABALHO TEM UM “CARA” QUE FEZ A 15 ANOS UM CIRURGIA PARA COLOCAR UMA PRÓTESE INTERNA NO FÊMUR, CONTUDO O “CARA” ANDA E CORRE E SOBE ESCADAS NORMALMENTE, FAZ TUDO,,,
    CONSEGUIU LAUDO NO DETRAN,,,O QUE EU NAO ENTENDO É QUE ELE TEM MOBILIDADE NORMAL E TEM LAUDO E COMPROU CARRO COM DESCONTO…INACREDITÁVEL!!!
    O QUE EU QUERO SABER É O SEGUINTE: EU NAO CONSIGO COLOCAR O CARRO NA VAGA DESTINADA PARA DEFICIENTE, TENDO EM VISTA QUE TENHO MOBILIDADE REDUZIDA E ELE SEMPRE COLOCA….
    O QUE EU FAÇO?
    ELE TEM DIREITO?
    AGUARDO RESPOSTA….

  2. li o artigo e tenho uma consideração a ser feita, a vaga para deficiente é feita para pessoas com qualquer tipo de dificuldade de locomoção, permanete ou TEMPORÁRIA, o que sim, inclui as grávidas mediante a colocação no para brisa do símbolo que a identifica, essas mulheres tem todo o direito de usarem essas vagas pois tem sim dificuldade temporária em se locomover.

    abraços

  3. Pessoal, desculpem a demora do tio de vir aqui dar os parabéns a essa iniciativa tão importante! Um trabalho assim, ajuda demais no incremento da consciência social em torno da necessidade de fazer cidades mais acessíveis. Desejo sorte e longa vida para esse espaço! Grande abraço

Deixe um comentário